Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Tio Alfredo 2

Depois do sucedido passei o resto da tarde meio aérea. Inventei uma mentira ao meu namorado dizendo que estava tudo bem e lá fui passando, mas interiormente estava a 200 à hora. Por uma lado chocada com o que tinha acontecido e com a perspectiva de se vir a repetir e por outro excitada com a ideia de voltar a provar aquele pau e de ser possuída por ele. Não sabia como havia de fazer para ir ter com ele mas tinha que arranjar uma forma. Estava neste dilema quando resolvo ir tomar um banho aproveitando que era cedo e podia demorar-me na casa de banho antes que toda a gente quisesse fazer o mesmo.

O Resto do pessoal foi fazer uma caminhada e outros entre os quais o meu pai e o meu namorado ficaram no jogo das cartas. Fui ao quarto buscar as coisas e estava a entrar na casa de banho quando o meu tio entra rapidamente fechando a porta atrás de nós dois. Fiquei em pânico barafustando que alguém podia aparecer e ele limitou-se a responder que quem tinha ido passear demorava uma hora e quem estava nas cartas não queria saber de nós. Num instante me despiu expondo todo o meu corpo ao seu olhar guloso emitindo ligeiros sons de aprovação. As suas rapidamente percorreram todo o meu corpo e de forma experiente tocando em pontos que não sabia existirem e que me faziam tremer de excitação.

Demorou-se longo tempo chupando os meus seios, deliciando-se com o seu tamanho e forma e sentando-me no tampo da sanita abriu-me as pernas iniciando de imediato um minete delicioso e em menos de um minuto eu estava ofegante do melhor orgasmo que tinha tido na vida. Eu estava deliciada e já pouco me importava se alguém chegasse apenas concentrada no prazer maravilhoso que aquele homem me estava a dar e que deixava a milhas todo e qualquer prazer que os meus anteriores namorados me tinham dado. Fazendo-me vir mais uma vez com a sua língua e saciado dos meus sucos resolveu penetrar-me ainda sentada na sanita.

E que bem que o fez, ora depressa ora devagar em estocadas suaves e fortes penetrando muito ou pouco. Não demorou muito para me vir três quatro vezes. O corpo estava suado, as pernas bambas dos orgasmos e aquele homem parecia não se cansar. Mandou-me virar e de costas para ele possui-me novamente com um vigor e um saber que me surpreendiam a cada estocada mais uma vez me vim e quando me sentia totalmente exausta e sem força para continuar ele anunciou o seu orgasmo que me bateu nas paredes do útero com uma violência tal que me fez vir em mais uma onda orgásmica avassaladora.

Saindo de dentro de mim ordenou-me que o limpasse com a boca o que fiz, agora de forma mais expedita e gulosa e quando terminei, ele sorriu para mim, disse que estava aprovada e saiu da casa de banho.
segredos de buonarotti2 às 02:12
chave secreta | aconselhar | preferir
|

*vivências partilhadas

*Calendário

*Prémio

*passearam com due e tto

a href="http://easyhitcounters.com/stats.php?site=buonarotti" target="_top">Counters
Free Counter

*o que contamos

* Mais um vídeo do nosso am...

* Glamour........

* árvore de natal 2

* Árvore de Natal

* acessórios

* parafilia

* ah! os pés!

* dicionário de fétiches

* bondage 4

* bondage 3

* bondage2

* bondage 1

* As manas

* Dicas práticas para menin...

* Sexo seguro

* Sexo - vida de casado

* tantric2

* tantric

* último tango emParis

* masks

* Lá fora começou a chover,...

* Trio improvável

* Poema de amor aguado

* A verdadeira história da ...

* Madonna - Erotica

* Ariel Strip

* Noites de verão

* Ah! o noso blog é quente!...

* Publicidade porta-a-porta

* cada um come do que gosta

* Boas férias!

* Viagem a Marrocos

* As mulheres excitam-me, n...

* Ora bolas!

* Princesa

* Fogo e paixão

* Atrás da porta

* Me deixas louca

* Problema com a tvcabo

* Desejo...

* Portugal, sempre!

* Guerra de mulheres

* Espero-te

* Domina-me

* Regresso ao passado 3

* Prelude du Fornication

* Banheiro

* Namoro digitalizado

* Empregada safada

* Gifmania II

*Retractos anónimos

*fechaduras... espreite:)

*Pirata

*Devoradora

*pesquisar

 

*Apelativa