Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Noites de verão

 

Quem não sente o apelo sexual durante o verão estará certamente em maus lençóis no que toca ao seu ímpeto sexual de socialização.

 

Verão não é só praia sol ou calor, verão é festa e tesão.

 

Eu amo o verão na sua multiplicidade de sensações, adoro todos os rituais de conquista desinibida e descomprometida.

 

Sou levado a entrar de corpo e alma nesta roda-viva de emoções, sorrisos e tentações que elevam o meu espírito ao mais alto grau da irracionalidade, sentindo cheiros e toques que arrepiam só da brisa passar.

 

Vejo hoje que cada vez mais as pessoas se produzem para “provocar” desejo ou admiração, sensualidade invade a nossa mente a todo o momento quer no feminino ou no masculino.

 

Uma noite destas, tomo um copo, observo todos os que passam não os julgando pelo que vestem mas sim pela pele que trazem, mulheres mais velhas vestem a pele de mais novas e vice-versa ganhando as primeiras pela experiência de bem ser.

  

Defronte a mim duas meninas da minha idade perscrutam o ambiente procurando algo de novo, digamos, comestível…



Entre cruzares de olhar, sorrisos maliciosos, tentadores e mesmo obscenos que invadem o meu intimo desmesuradamente ávido de erotismo carnal sou seleccionado (não a contra gosto) pelas duas caçadoras dispostas a levar a sua avante (desejoso me sinto) sorriem para cúmplices de uma emboscada a que não sou alheio e bastante interessado.

 

Vibro agora de nervoso miudinho, agitando-me na cadeira sorvendo desesperadamente a cerveja que nada me arrefece e cada vez mais inibido, perante a sensação de presa prestes a ser apanhada por feras destemidas e determinadas, ergo-me e dirijo-me até á casa de banho (pretexto para aproximação e confirmação) arrasto-me tremulo mas com ar de confiante ao passar sinto olhares trespassando a minha roupa como que adivinhando a qualidade da carne.

 

Após esta breve passagem, alguém da mesa se ergue e segue o meu rasto até à casa de banho num mórbido silêncio, sei-me numa situação complicada, não sei quando ocorrerá o golpe fatal ao qual ficarei à sua mercê, pronto a ser usado olho com um ar heróico a minha predadora que agora se dirige a mim de forma tímida e suave sondando a minha disponibilidade para tal feito, dizendo – “que calor infernal?” returco com um sorriso concordante cedendo espaço para avançar caso deseje pois o local está à pinha.

 

A sua postura convidativa a entrar em conjunto no mesmo local que amavelmente cedo para que possa satisfazer a sua necessidade ou aliviar a tesão.

 

Uma mão aprisiona a minha e com um cínico “amor segura a minha bolsa e entra que ninguém se importa” estupidamente hipnotizado deixo-me levar para a sua improvisada toca de serpente, sendo confrontado com uma gargalhada ensurdecedora.

 

Sentada na sanita não ouso olhar mas duas mãos tocam o meu incauto sexo, acariciando-o e rapidamente colocado a descoberto para uma efémera boca deliciada o colocar na boca libertando um “hum!” enquanto satisfaz a sua primaria vontade.
De faces ruborizadas retiramo-nos até à mesa onde o toque de confirmação alerta para o facto de cumprir os requisitos necessários a uma noite louca carregada de êxtase.

 

 

Saímos dali cobertos de tesão sorrindo aos quatro ventos e sem direcção lógica possível penso eu…

 

Rua após rua, toque após toque a excitação aumenta até que uma porta uma escada e outra porta se desvendam até uma sala onde existe um sofá e um tapete sou agora declaradamente deitado sobre o sofá despido enquanto caio, mordido arranhado possuído por quatro mãos sôfregas.

 

Minha invadida boca sente línguas, meus ouvidos gemidos e impropérios, minha pele toques suavemente desesperados, fazendo erguer o meu sexo quase de imediato, entrego-me à luxúria tentando desesperadamente dar luta, controlar a situação mas é impossível, duas felinas no cio digladiam-se pelo seu quinhão da conquista, uma boca abocanha o meu sexo, outra na minha boca, contorço-me de prazer cheio de vontades de louca possessão, libertando a boca indicando o meu já acompanhado sexo, os gemidos aumentam de intensidade, um pau para duas um verdadeiro Graal, a descoberta de prazer a três, peço agora um sabor na boca acedido de imediato por dois maravilhosos sexos oferecidos, entre os quais me perco, de joelhos em cima do sofá, dois rabos se oferecem para serem lambidos incansavelmente pela minha língua ofegante, saboreando doces acres sabores, enquanto observo dois seres que se beijam e tocam na maior conivência como se eu não estivesse ali.

 

Ante esta imagem pecaminosa coloco a camisa-de-forças e penetro uma fazendo-a soltar um grito de doloroso prazer enquanto uma mão me indica qual o ritmo a que devo dançar esta morna sensual de quente batuque ou dedilhado de guitarra.
Insisto e persisto em harmonia com o pedido entre chupão e profundo domínio de um corpo sequioso, onde rapidamente dá lugar a outro, igualmente sedento, enquanto enfio os dedos num rabo bem redondo, colocando um outro, mais outro, sinto-me impotente perante tanta oferta, querendo multiplicar-me abandono e enterro o meu sexo num cu quente, apertado, dançante e exigente com a garra de um touro salto enfiando até onde consigo, sendo motivado a cada balanço, ondas de prazer pleno invadem o meu corpo cansado desta guerra, comunicando que me venho, elas em uníssono apertam a minha base e retirando por mestria a camisa, punhentando convictamente deixam o meu jorro brotar em suas faces…

 

 

 

vashaya
segredos de buonarotti2 às 11:28
chave secreta | aconselhar | preferir
|

*vivências partilhadas

*Calendário

*Prémio

*passearam com due e tto

a href="http://easyhitcounters.com/stats.php?site=buonarotti" target="_top">Counters
Free Counter

*o que contamos

* Mais um vídeo do nosso am...

* Glamour........

* árvore de natal 2

* Árvore de Natal

* acessórios

* parafilia

* ah! os pés!

* dicionário de fétiches

* bondage 4

* bondage 3

* bondage2

* bondage 1

* As manas

* Dicas práticas para menin...

* Sexo seguro

* Sexo - vida de casado

* tantric2

* tantric

* último tango emParis

* masks

* Lá fora começou a chover,...

* Trio improvável

* Poema de amor aguado

* A verdadeira história da ...

* Madonna - Erotica

* Ariel Strip

* Noites de verão

* Ah! o noso blog é quente!...

* Publicidade porta-a-porta

* cada um come do que gosta

* Boas férias!

* Viagem a Marrocos

* As mulheres excitam-me, n...

* Ora bolas!

* Princesa

* Fogo e paixão

* Atrás da porta

* Me deixas louca

* Problema com a tvcabo

* Desejo...

* Portugal, sempre!

* Guerra de mulheres

* Espero-te

* Domina-me

* Regresso ao passado 3

* Prelude du Fornication

* Banheiro

* Namoro digitalizado

* Empregada safada

* Gifmania II

*Retractos anónimos

*fechaduras... espreite:)

*Pirata

*Devoradora

*pesquisar

 

*Apelativa